Página Inicial | Versão na Língua Inglesa

Tarde demais

É tarde demais
Não estou voltando para ti
Você teve chances de me fazer teu
mas ao invés disso me quebraste
Chorei
Senti-me desmantelado sobre o solo
Ouvi o som do meu coração despedaçado ecoando dentro da minha existência vazia
Engoli cada palavra que disseste

É tarde demais
Eu voltei a viver
Ergui-me das cinzas nas quais me atiraste
Não possuo rancor, mas não sou mais o mesmo
Perdôo, mas não esqueço
Podes me tocar, mas não podes me sentir

É tarde demais

© 2005 Eduardo Magela Rodrigues

Página Inicial | Versão na Língua Inglesa