Página Inicial | Versão na Língua Inglesa

Vazio

Desde que te perdi, tenho sido apenas um vulto
Meu coração perdeu as raízes e se enegreceu
Uma dor incomensurável me machuca por dentro
Não sei como posso suportar tanto sofrimento
Quando os laços que me seguravam foram cortados

Os sorrisos dos outros me queimam como uma picada
A felicidade não consegue brotar em mim
Apenas desaparece no vácuo que eu mesmo criei
A indiferença me envolve com seus longos braços
A vela foi apagada, mas permaneço paralisado

A tristeza é renovada a cada pensamento sobre ti
E não pode ser aliviada nem mesmo pelo lento marchar do tempo
Fui despedaçado por completo e não posso ser rejuntado
sou um conjunto de peças mal encaixadas pela decepção
Desde que acordei, sei que não posso mais sonhar

Permaneço aqui no vazio
Onde me deixastes
Permaneço aqui no vazio
O local que escolhi
Estou melhor vazio do que machucado

© 2004 Eduardo Magela Rodrigues

Página Inicial | Versão na Língua Inglesa