Aí em baixo

Versão na Língua Inglesa

Continuas gritando aí em baixo
No inquieto vale da solidão
Esperando que alguém consiga ouvir teus lamentos
e salvar-te de ti mesmo
Mas ninguém ouve

O quão alto consegues gritar?

Continuas sonhando aí em baixo
Esperando por alguém que te fará
sentir os deliciosos sabores da paixão
e te libertará da tristeza
Mas ninguém vem

Quanto tempo consegues esperar?

Continuas caminhando aí em baixo
Na rua sem saída das ilusões
Procurando por quem te guiará
e te retirará da escuridão
Mas ninguém aparece

O quão longe consegues andar?

Continuas acreditando aí em baixo
Num labirinto onde nunca quiseste estar
Confiando que alguém possa te descobrir
e te desacorrentar de tua prisão
Mas ninguém aparece

O quão forte é tua fé?

Continuas caminhando aí em baixo
Na rua sem saída das ilusões
Procurando por quem te guiará
e te retirará da escuridão
Mas ninguém aparece

O quão longe consegues andar?

Não consegues sair daí sem ajuda?
Não vês que ninguém se preocupa?
Não percebes que tua auto-piedade está te enterrando vivo?
Aí em baixo ficarás

©2005 Eduardo Magela Rodrigues