Quase

Versão na Língua Inglesa

Pequenas gotas d'água caem sobre mim.
Eu quase não as sinto
Meus braços, abertos, descansando sobre a grama molhada
Meus olhos, fechados, olhando para dentro de mim mesmo

Um lugar onde não estou
Um lugar onde já estiveste

A suave brisa noturna sopra
Eu quase não a sinto
Minha alma, danificada, exalando no ar
Meus lábios, secos, tentando murmurar algo

Um sentimento desconhecido
Um lugar inominável

Um relâmpago explode ao longe
Eu quase não o escuto
Minha mente escavando as últimas memórias tuas
Minhas mãos resgatando o que sobrou de mim

Uma casca vazia
Um coração partido

Meu corpo cansado desmorona.
Eu quase não me sinto
A realidade é muito dura para ser encarada
Estou muito machucado para ser curado sem cicatrizes
Quase não viverei de agora em diante

©2007 Eduardo Magela Rodrigues